EFOMM

Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante – EFOMM

A Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante – EFOMM – é uma Universidade do Mar, um centro de referência para a formação de Oficiais da Marinha Mercante altamente qualificados, não só do Brasil, mas também para jovens cujo país de origem não tenha uma Escola de Marinha Mercante, ou para jovens cujo país de origem possua intercâmbio de alunos, como Peru, Panamá, Equador, República Dominicana, etc. O Brasil atende como referência para a América Central, América do Sul e parte da África. Isso atesta o nível de capacitação profissional a que o Oficial brasileiro se lança no mercado.

Na EFOMM são formados Oficiais em duas opções de curso: o de Náutica e o de Máquinas. Tanto no curso de náutica quanto no de máquinas os alunos estudam na Escola em regime de internato durante 3 anos. O curso constitui-se de dois períodos e é desenvolvido em oito semestres, a saber:

  • Período Acadêmico: composto de seis semestres letivos em regime de internato, com dedicação exclusiva do aluno e estruturado em um sistema serial anual, dividido em dois semestres; e
  • Período de Estágio: compreendendo dois semestres embarcado para o curso de Náutica e para o curso de Máquinas, cumprindo estágio supervisionado.

As atividades de ensino serão desenvolvidas nos Centros de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) Almirante Braz de Aguiar (CIABA) e compreendem:

  • Atividades acadêmicas – desenvolvidas em salas de aula, laboratórios, a bordo de embarcações, plataformas, terminais marítimos, estaleiros e simuladores;
  • Atividades militares – desenvolvidas com vistas à formação militar-naval e compreendem disciplinas curriculares, embarques, formaturas, cerimônias e eventos cívico-militares, serviço diário, prática de liderança e atividades de rotina das Organizações Militares; e
  • Atividades extraclasse – destinam-se a complementar o curso e compreendem palestras, seminários, filmes, visitas, atividades sociais e esportivo-culturais, de interesse para a formação do aluno.

Após o término do 3º ano, o aluno realizará, obrigatoriamente, o Estágio de Praticante, denominado Programa de Estágio (PREST), a bordo de embarcações mercantes utilizadas na navegação marítima e no apoio marítimo, exclusivamente em empresas indicadas pelos Centros de Instrução. Durante os semestres acadêmicos, os alunos são militares, conforme previsto no Estatuto dos Militares, por estarem realizando a Formação de Oficiais da Reserva da Marinha. Após a declaração de Praticantes, os alunos são desligados do Serviço Ativo da MB, incluídos como Guarda-Marinha na Reserva, de acordo com a legislação em vigor. Como alunos civis, passam a ser regidos pelas Normas do Ensino Profissional Marítimo (EPM) e o Regimento Interno dos Centros de Instrução. Ao terminar o curso, o aluno será declarado Bacharel em Ciências Náuticas (curso de nível superior), e passará a integrar o Quadro de Oficiais da Reserva não remunerada da Marinha do Brasil, no posto de 2º Tenente.

Quais são os requisitos básicos?

Anualmente é realizado pelo CIAGA o Processo Seletivo de Admissão às Escolas de Formação de Oficiais da Marinha Mercante – EFOMM do CIAGA (Rio de Janeiro – RJ) e do CIABA (Belém – Pará). Para ingressar na EFOMM, o candidato deverá ser aprovado no Processo Seletivo, o qual tem início com a inscrição e término com a aprovação no Período de Adaptação e efetivação da matrícula no primeiro ano do curso.

Condições para a Inscrição:

  1. a) Ser brasileiro (ambos os sexos), com idade entre 17 e 23 anos no ano da matrícula;
    b) Ter concluído, com aproveitamento, o curso do Ensino Médio ou equivalente até 11 de janeiro do ano da matrícula;
    c) Não ter sido condenado por sentença penal transitada em julgado;
    d) Estar em dia com as obrigações civis e militares (Art. 14, parágrafo 1º, inciso I da Constituição Federal e Art. 2º da Lei 4.375/64 – Lei do Serviço Militar), as últimas para candidatos do sexo masculino;
    e) Não ter sido julgado “incapaz definitivamente” para o Serviço Ativo das Forças Armadas ou das Forças Auxiliares ou para o Serviço Militar Inicial;
    f) Não ser ex-aluno de EFOMM, não ter sido excluído a bem da disciplina ou por inaptidão ao oficialato de qualquer escola preparatória ou de formação das Forças Armadas ou Auxiliares, nem ter sido excluído, a bem da disciplina, do Serviço Ativo ou do Serviço Militar Inicial (SMI) de qualquer organização militar;
    g) Possuir registro no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF);
    h) Possuir documento oficial de identificação válido e com fotografia;
    i) Efetuar o pagamento da taxa de inscrição no valor de R$50,00 (cinquenta reais); e
    j) Cumprir as instruções estabelecidas no Edital.

 Como é o concurso da EFOMM?

Realizado através de provas escritas de Português, Redação, Inglês, Matemática e Física, todas de caráter eliminatório e classificatório.

Inspeção de saúde:

Os candidatos só serão convocados para Inspeção de Saúde se aprovados e classificados no Exame de Conhecimentos, conforme previsto nas Instruções aos Candidatos – INCA. Veja no link abaixo os Procedimentos Médico-periciais.

– Procedimentos Médico-periciais –

 Exame de Suficiência Física:

Os candidatos só serão convocados para Exame de Suficiência Física se aprovados na Inspeção de Saúde. O candidato será considerado aprovado se conseguir:

  1. a) para os homens:
  2. I) correr 2.300 m (dois mil e trezentos metros) no tempo máximo de 12 minutos; e
    II) nadar 50 m (cinquenta metros), no tempo máximo de 2 minutos, em qualquer um dos tipos de nado básico.
  3. b) para as mulheres:
  4. I) correr 1.900 m (mil e novecentos metros) no tempo máximo de 12 minutos; e
    II) nadar 50 m (cinquenta metros), no tempo máximo de 2 minutos e 20 segundos, em qualquer um dos tipos de nado básico.

Pré-matrícula:

Os candidatos que forem considerados aptos e classificados, dentro do número de vagas oferecido por cada Centro de Instrução, serão convocados para realizar a Pré-matrícula. A efetivação da matrícula será dada após aprovação no período de adaptação.