COLÉGIO NAVAL

Colégio Naval, localizado na cidade de Angra dos Reis, é uma instituição militar de nível médio que prepara os jovens, visando ao ingresso no Corpo de Aspirantes da Escola Naval, que é a instituição de ensino superior da Marinha do Brasil, onde são formados os seus Oficiais. No Colégio Naval, busca-se incutir o gosto pelo mar e pelas questões marinheiras, além de proporcionar uma sólida formação intelectual, moral e militar-naval.

O aluno ingressa mediante concurso público, estuda 3 anos em regime de internato, nesse período, recebe os conhecimentos do Ensino Médio, acrescidos de instrução militar-naval especializada, ministrados por seleto corpo de professores e Oficiais. Alia-se a esse aprendizado acadêmico e militar a intensa prática desportiva para aprimorar a condição física dos alunos. O curso do Colégio Naval tem a duração de três anos, em caráter de internato, com uma  rotina militar diária em que os seus alunos se preparam para o futuro curso da Escola Naval.

Quais são os requisitos básicos?

  • Ser brasileiro nato;
  • Ter 15 anos completos e menos de 18 no dia 1º de janeiro do ano da matrícula no curso;
  • Ter concluído o 9º ano do Ensino Fundamental;
  • Não ser casado ou ter constituído união estável, permanecendo assim durante todo o período em que estiver no Colégio Naval;
  • Ser do sexo masculino;
  • Ter idoneidade moral e bons antecedentes para a situação de futuro oficial da Marinha; e
  • Estar em dia com as obrigações civis e militares.

Como funciona o concurso?

Primeiro você precisa se preparar, fique atento à abertura do edital. No Edital você terá acesso a todas as informações pertinentes ao concurso. Preste atenção a como realizar sua inscrição e cuidado para não perder o prazo. Após sua inscrição confirmada, é só intensificar os estudos e aguardar a data da prova, normalmente a Marinha marca a data depois de um tempo do edital aberto, não se preocupe e fique de olho! Veja agora as etapas pertinentes ao concurso:

  • Seleção Inicial (SI) composta de:
  1. a) Prova  objetiva  de  Matemática (20 questões)  e Inglês (20 questões), com duração de cinco horas – primeiro dia.
    b) Prova objetiva de Português (20 questões), Estudos  Sociais (12 questões)  e  Ciências (18 questões) e Redação – segundo dia. 
  • Eventos Complementares eliminatórios constituídos de:
  1. a) Inspeção de Saúde (IS);
    b) Teste de Aptidão Física de Ingresso (TAF-i) – Natação e Corrida;
    c) Avaliação Psicológica (AP);
    d) Verificação de Documentos (VD); e
    e) Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração (PH).
  • Período de Adaptação (eliminatório). 

Como é a prova do Colégio Naval?

Provas objetivas
Serão cobradas 20 questões de Matemática e 20 de Inglês na primeira fase. Já a segunda contará com 20 questões de Português, 12 de Estudos Sociais, 18 de Ciências e uma Redação.

Redação
A Redação  vale 100 pontos com pelo menos 20 linhas contínuas e máximo de 30, sendo descontados cinco pontos por cada linha não preenchida ou preenchida em excesso.

Na correção, são consideradas a Estrutura e o Conteúdo (50 pontos), sendo Coesão e Coerência, com até 30 pontos, Título e Assunto, com até 20 pontos. Já em Expressão, serão até 50 pontos.

São corrigidas as redações dos candidatos com as maiores médias nas provas escritas até o limite de três vezes o número de vagas, considerando os empates na última posição. Quem tirar menos que 50 é eliminado.

Eliminação das provas

Serão considerados eliminados os candidatos que, em qualquer fase, obtiverem nota inferior a 50 em uma escala de 0 a 100 em cada disciplina ou na redação.

Como é a formação no Colégio Naval?

Após serem aprovados na Prova Objetiva e nos Eventos Complementares, os candidatos entram no Período de Adaptação, em regime de internato, com duração de três semanas, podendo sair para visitar a família após a primeira. Terminada essa etapa, os rapazes se formam e recebem platinas de alunos do Colégio Naval.

Passada a Adaptação, é iniciado o Curso de Preparação de Aspirantes, com duração de três anos. Durante esse tempo, os alunos estudam disciplinas do Ensino Médio, recebem instruções militares e são custeados com uma ajuda de custo de R$1.044,00, além de receberem diversos benefícios, tais como alojamento, alimentação, ajuda para aquisição de uniformes, assistência médico-hospitalar, entre outros.

O regime é o internato, tendo os finais de semana livres, quando não estão de serviço. É preciso que os alunos sejam aprovados para serem aproveitados no primeiro ano da Escola Naval sem a necessidade de fazer concurso externo.

O Colégio Naval é a porta de entrada para aqueles que pretendem ser oficiais da Marinha do Brasil. Enquanto aluno, durante os três anos que estiver cursando, é considerado Praça Especial, tornando-se aspirante somente na Escola Naval (Ensino Superior). No quinto ano na Escola Naval, que compreende Estágio e Viagem de Instrução, torna-se Guarda-Marinha e, no retorno ao Brasil, passa a ocupar o posto de Segundo-Tenente.

A carreira de Oficiais na Marinha compreende os seguintes postos: Segundo-Tenente, Primeiro-Tenente, Capitão-Tenente, Capitão de Corveta, Capitão de Fragata, Capitão de Mar e Guerra, Contra-Almirante, Vice-Almirante e Almirante de Esquadra.

Os Oficiais de carreira são distribuídos por Corpos; dentro de um mesmo Corpo, por Quadros e, dentro de um mesmo Quadro, pelas respectivas escalas hierárquicas.

São muitos os benefícios de ingressar na área militar:

  • Perspectiva de crescimento profissional ao longo da carreira;
  • Bom ambiente de trabalho;
  • Plano  de  carreira  bem  definido,  com  possibilidade de  ascensão  contínua  com  aumento  de salários proporcionais;
  • Estabilidade;
  • Ingresso sem exigência de experiência anterior;
  • Salário inicial compatível com o mercado;
  • Salários indiretos e benefícios, tais como:
    Transferências remuneradas;
    Possibilidade de moradia quando fora da cidade do Rio de Janeiro;
    Assistência   médico-hospitalar   para   si   e   para   seus   dependentes   em   instalações exclusivas da Marinha;
    Instalações    sociorrecreativas    para    si    e    seus    dependentes, mediante pequena mensalidade;
    Ajuda para aquisição de uniformes;
    Alimentação;